segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012


Viu
A luz profunda que transborda
A pele
Ilumina os cantos escuros da mente

Sentiu
O calor da luz - vida
Que aquece o coração
Embala o sono tranquilo

Provou
o doce amor de Ser
E ser plena
Transmutando aflições

Por dentro em carne
Chama rosa-serena
Carne-flor-de-lótus abre
- Lembrança da Mãe -

Lá fora
O manto azul a lembrar
Que o repouso é certo
E a proteção é divina nessa viagem.

2 comentários:

Luís Gustavo Brito Dias disse...

- agora sou eu quem aplaude e reverencia esse mantra sagrado!


parabéns, minha querida cristine. parabéns de verdade!

que Buda te ilumine sempre.

Cristine Bartchewsky disse...

Muito agradecida, Gustavo! Desejo-te a mesma LUZ! =)

Beijos!