quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Flor da Vida


Que eu seja um canal,
Minha Mãe,
Para externar
Sua formosura
Que eu seja o Amor
Seu
Em grandeza e intensidade
Que eu seja a Luz
Que emana de
Ti,
Mais uma a dissipar a treva.

Gratidão por me acolher em seu jardim.

Um comentário:

Luís Gustavo Brito Dias disse...

- dissipar a treva... nada pode ser mais sublime do que isso.


grande abraço, minha querida.