sábado, 29 de março de 2008

Olhei para ele
Evitei ao máximo
Encarar seus olhos negros
Mas com o coração flamejante
- Quase num rompante -
Tomei velocidade
E me joguei em sua direção
Seu nome era Medo,
O meu Coragem
E cá estou eu,
A única sobrevivente do combate.

2 comentários:

Lou disse...

PERFEITO.

e não tenho mais palavras.
adoro você Cris.

Lou disse...

PERFEITO.

e não tenho mais palavras.
adoro você Cris.