quinta-feira, 22 de março de 2012


Ser eu mesma
sem ser a mesma
a todo momento
a alma se expande
como botão que em flor
desabrocha
como bebê que não mais cabe no macacão
E os sentimentos de dor
- não os despreze não -
São os perfumes que almejam exalar
Se desprender
Se libertar!

Agonia é amor sufocado
Amor desvalido quando não compartilhado...

Respira fundo,
sente o oxigênio alimentando o corpo
A vida é um sopro.

Um comentário:

Cícero Poeta disse...

Fascinante em sentido e significado!